quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Amizades indeléveis



Leia Salmos 136.1-3

[Jesus disse:] "ensinando-os a guardar todas as coisas que vos tenho ordenado. E eis que estou convosco todos os dias até à consumação do século".

Mateus 28.20

Enquanto almoçávamos numa lanchonete, escutei uma conversa entre duas garotas da escola. ― "Deletei" a Jéssica ―, começou uma delas. ― Sério? ― veio a resposta chocada de sua companheira. ― Desta vez ela pisou mesmo na bola. Nossa amizade acabou de vez. Aparentemente, o ato de "deletar" alguém de uma lista de amigos em uma rede social da internet se tornou tão comum que o termo deletar agora está incluído nos dicionários. É uma pena que os amigos possam ser postos de lado sem nada mais que alguns toques num teclado de computador. Por vezes, todos nós tropeçamos em nossos atos, apesar de nossas boas intenções. A compreensão de um bom amigo muitas vezes nos ajuda a retomar o caminho certo. Ao contrário das pessoas, porém, Deus jamais vai nos deletar. Temos seu perdão, amor e graça independentemente de nossas circunstâncias ou atos. Todos nós cometemos erros. Ninguém é perfeito. Mesmo quando cometemos erros ou pecados deliberadamente, Deus promete nos amar incondicionalmente. Seus braços carinhosos permanecem abertos, esperando-nos por toda a eternidade.

Oração: Graças, ó Deus, por Teu amor constante e por Tua amizade inabalável. Em nome de Jesus. Amém.

Pensamento para o dia: Nosso Deus amoroso jamais vai nos "deletar".

Oremos pelos amigos e pelas amigas que estão brigados.

Monica A. Andermann (Nova York, EUA)

Medite: Hebreus 13

("No Cenáculo", Ed. Cedro, meditação de 16 de fevereiro de 2012)



Um comentário:

  1. O negocio é que eu não acredito na amizade.

    ResponderExcluir